Frida Kahlo Restaurante

A promessa desse restaurante logo que você entra é “Cocinamos Arte” (que quer dizer cozinhamos arte)! O grupo que detém a marca da famosa pintora mexicana resolveu apostar na gastronomia e investir numa rede de restaurantes. Dizem que Frida adorava cozinhar e amava a comida tradicional mexicana.

Optamos por conhecer a filial que fica em Playa del Carmen, na Riviera Maya, onde passávamos nossa lua de mel. Antes de fazermos o pedido, o garçom nos convidou para uma experiência de gastrommaping no andar superior, em mesas com 6 lugares por projeção na toalha branca, para entendermos melhor o conceito do que provaríamos, assim como um pouco da história de Frida.

frida-kahlo-restaurante7

Fachada do restaurante Frida Kahlo, no calçadão mais concorrido de Playa del Carmen

frida-kahlo-restaurante

frida-kahlo-restaurante1

frida-kahlo-restaurante2

frida-kahlo-restaurante3

frida-kahlo-restaurante4

No centro uma das frases de Frida, sempre intensa: “Te amo más que a mi propia piel” (quer dizer “Te amo mais que a minha própria pele).

frida-kahlo-restaurante5

frida-kahlo-restaurante8

frida-kahlo-restaurante9

Piña Colada que eu amo, o menú cuja capa era um mosaico de Frida (lindíssimo) e especiarias mexicanas com pães quentinhos

Como entrada pedimos Guacamole Calavera que é uma mistura de abacate michoacano com xoconostle, cebola, queijo fresco da região (parecia um cottage), morango, romã e o tradicional chicharrón (bacon frito).

frida-kahlo-restaurante10

Eu pedi esse prato divino que se chama Cazo de Cobre: são tacos de pato confitado com essência de laranja, tamarindo e canela, servidos com guarnição de nabo, cenoura e cebola caramelizada com vinho branco.

frida-kahlo-restaurante11

Meu marido optou pelo Enchiladas Frida Kahlo: são tortilhas recheadas com camarão e cebola caramelizada e amêndoas gratinadas ao momento.

frida-kahlo-restaurante12

Comemos maravilhosamente bem e pedimos para chamar a Chef Karla Chápero para elogiar seus pratos. Foi super amável conosco e ainda tivemos uma aula da tradicional comida mexicana.

Para o grand finale, petit gateau de doce de leite!

frida-kahlo-restaurante13

frida-kahlo-restaurante14

frida-kahlo-restaurante15

frida-kahlo-restaurante16

frida-kahlo-restaurante17

Tudo impecável! O único que ficou chato no final foi que o garçom tentou nos passar a perna no troco apesar de já termos deixado uma boa gorjeta. Aliás, isso é uma coisa super comum no México em todo tipo de estabelecimento, por isso é fundamental conferir tudo para evitar surpresas desagradáveis.

 

A Cozumel de Jacques Cousteau

Essa ilha localizada na Riviera Maya tornou-se famosa quando o pesquisador Jacques Cousteau resolveu apresentar ao mundo seus incríveis corais. Evite visitar a ilha entre Junho e Outubro pois é época de chuva. O melhor período é entre meados de Abril e Maio.

Para chegar na ilha, você poderá fazê-lo através de cruzeiros que atracam ali por algumas horas. Outra possibilidade é pegar um vôo direto ao aeroporto internacional de Cozumel, mas são poucas as companhias que o fazem. A maioria desembarca no aeroporto de Cancún e vão de carro ou ônibus até Playa del Carmen e dali pegam um ferry até Cozumel.

Como o meu roteiro incluía visitar toda a costa maya, eu desci em Cancún e contratei um transfer particular do aeroporto até Playa del Carmen, onde fiquei 4 dias, um deles separei para fazer um bate-volta até Cozumel.

cozumel_mexico

Existem algumas companhias que fazem o trajeto Playa del Carmen-Cozumel mas eu optei por usar a empresa ULTRAMAR. Eles possuem saídas de hora em hora e o trecho de ida/volta custa em torno de R$ 56,00 por pessoa. Se você não souber ainda sua programação em Cozumel e não quer ficar amarrado à horários pode comprar o bilhete de volta em Cozumel. O trecho é concluído em aproximadamente 40-45 minutos. Os barcos da ULTRAMAR são super confortáveis e de dois andares. O andar de baixo possui poltronas estofadas com ar condicionado e o andar superior possui os assentos de madeira com cobertura, com exceção das laterais e traseira que por não serem cobertos permitem fotos muito bacanas.

Os táxis em Cozumel são velhos e caros então o pulo do gato é alugar um carro ou uma moto, assim é possível percorrer a ilha com calma a um custo acessível. O maior atrativo do local é para os amantes do mergulho, para isso vá até Playa del Palancar, onde fica o maior arrecife maya.

cozumel_01

Vista do ferry chegando em Cozumel

isla cozumel

paradise beach_07

cozumel 02

Como eu estava em lua de mel, nosso foco era relaxar e curtir o mar turquesa caribenho. Com isso, fomos direto a um beach club particular – existem vários muito bacanas. Optamos por conhecer o Paradise Beach que tinha tudo o que queríamos para passar o dia todo sem nos deslocarmos muito. Deixamos para percorrer o restinho de Cozumel no final do dia!

paradise beach_02

Trapiche do Paradise Beach

paradise beach_04

paradise beach_05

paradise beach_06

O Clube possui vários restaurantes e bares espalhados, resolvemos almoçar ali mesmo. Para frequentar esses clubes, você paga uma entrada de acordo com o que você quer fazer (parasailing, snorkel, kayak, etc.) e recebe uma pulseira. Existe também uma consumação mínima de 120 pesos mexicanos que é facilmente atingida. Por uma taxa adicional de USD 18,00 você pode usar todos os brinquedos aquáticos do parque.

paradise beach_01

paradise beach_03

Esse prato foi o nosso favorito! Vulcão de Nachos

Outro clube muito indicado e similar a este, é o Playa Mia Grand Beach & Water Park.

Vale uma visita também no Parque Nacional Chankanaab que possui uma área arqueológica e um jardim botânico, com reproduções de vilas Mayas, Olmec, Toltec e Aztec. Para quem é fã de Flipper, é possível nadar com os golfinhos aqui.