Lagos Plitvice

antes de ir croácia

O Parque Nacional dos Lagos Plitvice (ou PLITVIČKA JEZERA) fica na metade do caminho entre Zagreb e Zadar (para saber sobre Zadar clique aqui!).

Eu e minhas amigas iniciamos nosso mochilão de bus na Croácia pela capital Zagreb, dois dias depois nos jogamos na estrada em direção aos lagos. Quando eu comecei a desenhar o roteiro, optei pelo ônibus basicamente por dois motivos: 1- estava louca para fazer uma roadtrip (pelas belíssimas paisagens – importante escolher o PANORAMA BUS pelos janelões) e 2- custo x benefício já que as rotas são todas curtinhas. ♦Obs.: Na Croácia todas as empresas de ônibus cobram pelo uso do bagageiro e por mala embarcada.

Eu fiz a compra das passagens online e depois retirei na rodoviária em Zagreb no balcão de serviços do segundo piso. Quando comprei há 3 anos o site não tinha a opção do idioma inglês, mas hoje possui e fica bem mais clara e prática a navegação. É interessante comprar com antecedência, especialmente se você pensa em visitar o parque entre os meses de Julho e Agosto.

O link para compra das passagens é este: www.akz.hr/en

varazdin plitvice NSWJ

Nosso bus da empresa AUTOBUSNI PROMET d.d.o. Varaždin

varazdin plitvice 2 NSWJ

Nosso trecho ZAGREB > PLITVICE

O Parque é fascinante, ocupando uma área de quase 300 quilômetros quadrados. Uma combinação de aproximadamente 18km de trilhas com diversas cachoeiras e lagos em muitos tons de verde e turquesa. É considerado Patrimônio da UNESCO desde 1979.

O sistema de lagos divide-se em superior (vale dolomítico predominantemente composto de floresta densa e recheado de cachoeiras – ao todo 12 lagos) e inferior (mais rasos e menores – no total são 4). Todo esse volume de água acaba por desembocar no rio Korana, perto das cachoeiras Sastavci. No tocante à flora, estão protegidas nele, cerca de 22 espécies e aqui uma curiosidade: você encontrará plantas carnívoras. A fauna é formada por ursos, lobos e mais de 150 espécies de pássaros.

Com o estouro da guerra civil em 1991, o parque foi tomado pelos sérvios rebeldes, que desafortunadamente saquearam tudo e transformaram os hotéis em quartéis. Somente em 1995 o trabalho de conservação foi retomado pelo exército croata e hoje voltou a ser um ponto turístico muito visitado.

snack plitvice

Em um dos restaurantes espalhados pelo parque – lanchinho antes de pegarmos o barco para iniciarmos as trilhas pelos lagos

plitvice 11

Entrada do parque – preste atenção nas placas que te guiarão para o píer dos barcos

plitvice nswj 1

Navegando…

plitvice nswj 2

plitvice nswj 3

Fazendo trilha

plitvice nswj 4

plitvice 12

plitvice nswj 5

O parque estava lotado então para conseguir esse clique, o jeito era ir deixando todos os grupos passarem

plitvice nswj 6

A vista mais linda do parque na minha opinião!

plitvice nswj 7

piroska plitvice

No final da trilha, paramos para um café e eu resolvi experimentar a famosa piroska (pão folhado com recheio de queijo) que era bem tradicional, apesar do nome não soar muito bem em português hahaha

Algumas placas do parque estavam mal sinalizadas e acabamos nos perdendo no final do dia! O que também nos confundiu um pouco, foi um mapa que o dono do hotel onde estávamos hospedadas desenhou. No fim, tivemos que pedir socorro para um jeep do parque nos salvar e nos deixar o mais próximo possível do hotel.

plitvice 16

Trilha no caminho de volta ao hotel

plitvice 17

Paisagens fofas que parecem desenhos!

Perrengue resolvido, chegamos na hora que o jantar estava sendo servido. Nossa escolha foi um hotel dentro do parque para facilitar a logística – o Villa Sumrak.

plitvice 8

plitvice 15

plitvice 10

plitvice 13

Todas as refeições eram frescas e feitas na hora pelo dono da Villa e sua esposa.

plitvice 14

plitvice 9

Nosso quarto

A Villa é na verdade uma casa de 2 andares com alguns quartos. Os donos são muito simpáticos e prestativos. No fim, todos que ali se hospedam acabam criando um clima de uma grande família na hora das refeições.

A localização é ótima, possui WiFi e os ambientes oferecem conforto. No dia que fizemos check-out para seguir viagem à Zadar, o dono nos deixou na estação de ônibus e nos auxiliou com as bagagens.

Os lagos são um passeio que sem dúvida trabalham nossos 5 sentidos. Vale muito a pena e é bem diferente da outra vibe da Croácia, famosa por suas praias e baladas!

Arquipélago Pakleni Islands

antes de ir croácia

 

A Croácia não se resume somente a King’s Landing – como também é chamada a linda Dubrovnik (muito conhecida por ser cenário da série Game of Thrones). Se você tem o espírito aventureiro no sangue e gosta de natureza e mergulho, separe um dia para explorar as praias paradisíacas de tons turquesa de Pakleni Islands, que recebe este nome pois deriva da palavra paklina, que é uma resina muito usada para impermeabilizar embarcações.

Este arquipélago, composto por cerca de 20 mini-ilhas e 10km de extensão, fica pertinho da ilha de Hvar e por esta razão, muitos turistas aproveitam para alugar um taxi-boat à noite e jantar em dos badalados restaurantes como o famoso Carpe Diem Beach (que fica em Stipanska Bay).

Outro restaurante que chama atenção é o Zori – que fica na ilha de St. Klement e você pode acessá-lo em 5 minutinhos a pé pela Marina Palmižana (considerada uma das mais lindas do Adriático). É uma excelente sugestão de Destination Wedding, já que o Zori realiza casamentos e eventos diversos.

zori croatia

Foto: Divulgação Zori Restaurant

Para aqueles que curtem uma praia naturista, a indicação é Jerolim Island, também um ponto muito cogitado para prática de mergulho.

pakleni islands

Foto aérea: Divulgação Total Croatia News – Pakleni Islands

Eu e mais três amigas, alugamos uma lancha somente para nós através da agência Adriatic Explore, saindo de Split para um passeio de um dia inteiro por esta região. Mas, se você tiver bastante tempo, eu sugiro que se hospede em Hvar por pelo menos 3 dias para explorar bem todas as ilhas e praias com calma. De Split, onde estávamos, levamos mais de 1 hora para chegar de lancha, se você estiver em Hvar não vai levar mais do que 10-15 minutos para acessar as principais praias do arquipélago.

mapa split mlini

A praia que mais gostei foi Mlini Beach, que fica na segunda maior ilha deste arquipélago, chamada Marinkovac. A característica principal de Mlini Beach é a tranquilidade, bem diferente do agito e multidão que você encontra em Hvar.

mlini beach 01

Chegando em Mlini Beach

 

mlini beach 03

Água de piscina!

mlini beach 05

Apreciando esse pequeno paraíso na sombra…

mlini beach 02

Minha foto preferida de Mlini Beach!

mlini beach 08

mlini beach 10

mlini beach 06

Ao contrário do Brasil, as praias na Croácia, são na sua grande maioria de pedras. Dói bastante caminhar descalço sobre elas, inclusive eles vendem calçados emborrachados específicos para isso.

mlini beach 07

mlini beach 09

Vista do único restaurante que existe nessa praia – Mlini Restaurant

 

Zadar: A cidade da Saudação ao Sol

|19.Setembro.2014| – Esse foi o dia em que eu e mais 3 outras amigas saímos do Parque Plitvice e fomos em direção à Zadar. Optamos por fazer a viagem toda desde a capital Zagreb até Dubrovnik, parando por várias cidades de ônibus pois as distâncias eram curtas e podíamos aproveitar bastante a linda paisagem do caminho.

Optamos por sair bem cedo do Parque pois a viagem até Zadar leva em torno de 3 horas. Quando comecei a pesquisar sobre as empresas de ônibus disponíveis, cheguei no seguinte site: http://www.akz.hr/ (infelizmente o site está disponível somente em croata e inglês). É possível comprar os trechos on-line. Na Rodoviária, existe um guichê específico para troca dos tickets eletrônicos pelas passagens que deverão ser apresentadas ao embarcar no ônibus. Ah! Antes que eu me esqueça, uma dica meio óbvia mas muito importante!!! Opte por levar uma mala leve com somente o necessário porque na Croácia toda as empresas de ônibus cobram o uso do bagageiro por unidade embarcada.

O preço de uma passagem de Plitvice para Zadar custou o equivalente a R$ 40,00. A empresa que faz esse trecho é a AUTOBUSNI PRIJEVOZ d.o.o. Varaždin – outra dica valiosa – os ônibus não possuem toaletes, assim, você terá que ir antes de embarcar ou aguardar até que o motorista faça uma parada no meio do caminho.

Aqui acho conveniente passar minha experiência: como a Croácia ainda é novata na área do turismo, o pessoal é meio curto e grosso, especialmente para quem optar por viajar de ônibus. Além disso, não simpatizam muito em dar informações e nas paradas para comer algo e ir ao toalete eles não esperam mesmo. Havia um casal de coreanos que fazia o mesmo trajeto que nós e a noiva do rapaz atrasou 5 minutos porque havia fila no banheiro, mas o motorista não quis nem saber e por poucos segundos o casal não fica ali mesmo.

varazdin-plitvice-zadar

Nosso “bus”.

placa-plitvice-zadar

Nosso trecho Plitvice – Zadar.

caminho zadar

Paisagem durante o caminho percorrido.

caminho zadar2

Outro click tirado durante o caminho.

Chegando na rodoviária de Zadar, pegamos um táxi e fomos para o nosso hotel. (Hotel Niko – www.hotel-niko.hr)

Já estava na hora do almoço e como o restaurante do hotel era super bem recomendado, resolvemos experimentar a culinária local ali mesmo.

niko-hotel-zadar1

Acomodação Hotel Niko, Zadar – Croácia.

niko-hotel-zadar2

Acomodação Hotel Niko, Zadar – Croácia.

niko-hotel-zadar3

Vista do restaurante do Hotel Niko, Zadar – Croácia.

zadar almoço

Culinária local

Atravessando a rua do nosso hotel, já estávamos de cara para o Adriático. As praias da Croácia, em sua grande maioria, não são de areia. Além disso, essas pedrinhas machucam o pé para quem não está acostumado, por isso existem à venda calçados especiais para esse fim.

zadar1

O centro de Zadar ficava próximo do nosso hotel, então resolvemos sair batendo perna para conhecer os arredores.

zadar3

Marina Borik d.o.o. – Zadar, Croácia.

zadar2

Marina Borik d.o.o. – Zadar, Croácia.

zadar4

zadar

A cidade de Zadar vista de cima.

Zadar, ao contrário das demais cidades croatas, não é superlotada. Possui inúmeros museus, ruínas romanas e arquitetura medieval. O “must see” da cidade no entanto, resume-se a 2 principais atrações: O Órgão do Mar (Sea Organ) e a Saudação ao Sol (Greeting to the Sun).

Zadar já foi colônia romana. Por volta do ano 1.400, foi tomada por Veneza juntamente com o restante da Dalmácia. Na década de 90, ficou sob mira dos mísseis iugoslavos.

zadar2

Ruínas romanas à frente, Igreja de São Donato ao fundo e o Fórum Romano (em laranja).

seaorgan

O banco ao longo do Órgão do Mar (Sea Organ) é todo trabalhado com cores simulando as teclas de um piano.

O Órgão do Mar foi desenhado pelo arquiteto Nikola Bašić como parte do projeto para revigorar a região e inaugurado ao público em 2005.

A foto abaixo mostra claramente os “furos” nos degraus de mármore. Quando alguma embarcação passa, as ondas batem nos degraus e o ar passa pelo sistema de tubulação de polietileno e cavidades ressonantes que ficam internamente, fazendo com que se torne um instrumento musical. Se você ficar sentado ali por um tempo, vai se encantar com o som harmônico e melancólico.

zadar-sea-organ

Órgão do Mar, Zadar – Croácia.

zadar vista

Nossa vista ao entardecer.

A Jadrolinija (que aparece na foto acima) é o ferry que parte do Porto de Zadar e faz inúmeros trajetos para outras cidades e inclusive trajetos internacionais para a Itália.

A poucos metros dali fica outra atração, a Saudação ao Sol. A seguir, coloco uma foto onde é possível ver como funciona esse projeto. São centenas de placas de vidro entrepostas, colocadas num diâmetro de 22 metros. Sob essas placas de vidro, existem módulos de foto voltagem solares que se comunicam com a natureza, no mesmo sentido que o ar e a água se comunicam com o Órgão do Mar.

zadar6

Saudação ao Sol (Greetings to the Sun), Zadar – Croácia.

Hoje, essas placas produzem energia mais que suficiente para atender também toda a iluminação da beira-mar. E pasme! Essa energia renovável custa 3 vezes menos que a energia normal.

zadar-jo

GoPro na Saudação ao Sol, Zadar – Croácia.

E para o gran finale, ficamos até mais tarde pois ouvimos dizer que o pôr do sol de Zadar é um dos mais lindos do mundo. A foto diz tudo!

zadar sunset

Zadar, Croácia.